Domingo, 13 de Setembro de 2009

ESTADOS DE ALMA

La douleur.

 

 

Marguerite Duras

 

 

 

 

 

«Vejo-a de novo no meio da febre. Tinha estado três dias na bicha, com os outros, na rua de Saussaies. Devia ter vinte anos. Tinha uma barriga enorme que lhe saía do corpo. Estava ali por causa de um fuzilado, o marido dela. Tinha recebido uma notificação para ir buscar as coisas dele. Tinha ido. Ainda tinha medo. Vinte e duas horas na bicha para ir buscar as coisas dele. Tremia apesar do calor. Falava, falava sem poder parar. Quis ir buscar as coisas dele para as ver outra vez. Sim, o parto era dali a uns quinze dias, a criança não ia conhecer o pai. Na bicha lia e relia a última carta dela às que estavam mais perto:«Diz ao nosso filho que fui corajoso». Falava, chorava, não conseguia guardar nada dentro. Penso nela porque já não espera. Pergunto a mim própria se a reconheceria na rua, esqueci-me do rosto, dela só consigo ver aquela barriga enorme que lhe saía do corpo, aquela carta na mão como se a quisesse dar. Vinte anos. Tinham-lhe estendido um banco dobrável. Ela tentou sentar-se, mas levantava-se, só conseguia suportar-te quando estava de pé».
 
publicado por ionesco às 11:55
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.posts recentes

. DEREK

. VESTIDOS E ROUPAGENS

. LIMPO E CLARO

. POP ART

. BELO!

. NEO-CLÁSSICO E FIGURATIVO

. VERY SPECIAL ...

. DOUBLE VISION

. VÁRIOS

. MURAKAMI'S

.arquivos

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds